Para o Instituto Tocar, que desde o início da pandemia atuou no Alojamento provisório da SEDES no Autódromo Nelson Piquet, é uma honra ter a oportunidade de estar à frente em mais um serviço "CASA DE PASSAGEM" em parceria com a SEDES, em resposta ao EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 02/2020, COM TERMO DE FOMENTO 01/2021 e PROCESSO Nº 00431-00013149/2020-95. 

       As Casas de Passagem são unidades inseridas estrategicamente em comunidades com alto índice de indivíduos em vulnerabilidade Social, necessitando de acolhimento, acompanhamento, capacitação e reinserção no mercado de trabalho.

            O acolhimento institucional na modalidade de Casa de Passagem é um dos serviços de Proteção Social Especial de Alta Complexidade do Sistema Único de Assistência Social,  caracteriza-se pela oferta de acolhimento imediato e emergencial, com um limite de permanência máxima de 90 dias. Seu principal objetivo é promover o acolhimento de famílias ou indivíduos com vínculos familiares rompidos ou fragilizados, de forma a garantir sua proteção integral.

            Esse serviço é prestado em unidade inseridas na comunidade e deve obrigatoriamente possuir características residenciais. Ou seja, ser um ambiente acolhedor e com estrutura física adequada para atender às necessidades dos usuários.

Além disso, essas unidades devem cumprir os requisitos previstos nos regulamentos para a oferta do serviço de acolhimento, promovendo autonomia, condições de acessibilidade, higiene, salubridade e segurança.

    O serviço de acolhimento deve favorecer o convívio familiar e comunitário, a utilização dos demais equipamentos e serviços disponíveis na comunidade onde a unidade está localizada, e o mais importante de todos, deverá respeitar os costumes, tradições e a diversidade como: as diferentes faixas etárias, os arranjos familiares, religião, gênero, orientação sexual, raça ou etnia.    

logo.png
CASA GAMA.png

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES E PODEMOS FAZER A DIFERENÇA!

Instituto Tocar. Tocando Vidas.

Conheça um pouco sobre nossas atividades

     As atividades estruturadas em grupos como oficinas, rodas de conversa, palestras e cursos são construídas como oportunidade de vivenciar situações concretas e significativas. Neste sentido, a metodologia não considera apenas o aspecto cognitivo, passa a incorporar a ação e a reflexão, como também um espaço de aprendizagem permanente, troca de informações e experiências diversas no cotidiano da Casa de Passagem. Abrangem atividades de prevalência prática e cultural, de forma regular favorecendo a formação integral dos Acolhidos.  Proporcionam também uma dinâmica democrática, participativa e reflexiva que tem como fundamento do processo pedagógico a relação teoria-prática, sem elevar a figura do educador como único detentor dos conhecimentos. As oficinas desenvolvidas nos grupos atuam nos níveis do pensamento, das emoções e de mudança comportamental, ou seja, trata-se de uma maneira simples e eficaz de promover a socialização e também a compreensão mútua dos diferentes perfis dos integrantes.

         A atuação dos Educadores Sociais, sublimando os talentos dos acolhidos, como ponto de referência tem sido muito positiva na proposta deste trabalho. A cada grupo de oficina, a coesão grupal é reforçada na aprendizagem das habilidades de sobrevivência.

          É importante salientar que todas as atividades cumprirão as medidas preventivas da Covid-19, segundo as orientações da OMS, no que se refere ao distanciamento, bem como a utilização correta da máscara. Assim, as atividades atendem a duas finalidades:

                A - Articulação de conceitos, pressupostos e ideias com atuações que são vivenciadas pela equipe psicossocial, educador social e acolhido; 

                B - Execução de atividades de metodologia de trabalho que objetivem a formação coletiva, com apropriação e construção de saberes com momentos de troca de conhecimentos e diversas interações. Tem-se como objetivo priorizar a prática de atividades como meio de:

 

1) Desenvolver as potencialidades expressivas

2) Estimular a sensibilidade

3) Ampliar a comunicabilidade

4) Contribuir para a autoestima

5) Propiciar o desenvolvimento da consciência e o respeito aos outros

6) Construção de novos processos de ensino-aprendizagem.

Acesse nossas Casas e acompanhe nosso trabalho
0001-17672520331_20210302_113912_0000.jp
Casa taguatinga.jpg
0001-17672520331_20210302_113912_0000.jp
Gama.jpg
PDF.jpeg